HBO é campeã de troféus também no Emmy de jornalismo e documentários


Além de levar a maior parte dos Emmys 2019 em Hollywood, a HBO também ficou no alto do pódio do Emmy de jornalismo em Nova York. Um dia depois de sair com 34 troféus concedidos pela Television Academy em Los Angeles, na noite da última terça-feira, 24, foi a vez de a HBO ser também a maior vencedora da premiação para produções em jornalismo e documentários, o  40º News & Documentary Emmy® Awards. O canal de TV paga liderou o prêmio concedido pela NATAS (The National Academy of Television Arts & Sciences), com dez estatuetas.

Para se ter uma dimensão do feito, redes abertas de televisão dos EUA como ABC e NBC, por exemplo, levaram um único prêmio cada, o mesmo que a CNN International. A TV pública PBS foi a que mais chegou perto da HBO, com nove estatuetas. A CBS ficou com seis troféus e a CNN local, com três. Metade das reportagens vitoriosas da HBO leva assinatura da Vice News na produção.

Sem o glamour da presença de estrelas de Hollywood do Emmy de ficção, a festa e discursos foram  uma ode ao bom jornalismo e contra as fake news. Os prêmios foram apresentados no Alice Tully Hall do Lincoln Center, em Nova York, com vencedores em mais de 50 categorias. A noite teve homenagens ao cinquentenário da ida do homem à lua e à cobertura de política.

Andrea Mitchell, correspondente chefe de relações exteriores da NBC News e apresentadora de "Andrea Mitchell Reports", da MSNBC, recebeu a homenagem da noite por, ao longo de uma carreira de 50 anos, "esclarecer a compreensão dos americanos sobre política doméstica e assuntos internacionais, construindo estima e confiança nos colegas, líderes mundiais e, o mais importante, nos telespectadores que ela informa.”

Outro recado para os defensores de teorias como a da Terra plana: a noite teve um bloco dedicado ao aniversário de 50 anos do pouso lunar da Apollo 11 como um marco no noticiário da televisão trazendo o programa espacial para o mundo. Para a lembrança ser mais especial, foram incluídas categorias de prêmio para programação científica e tecnológica, que foram anunciadas por astronautas circulando a Terra na Estação Espacial Internacional, e os vencedores foram anunciados aqui da Terra mesmo pelo astronauta da NASA Andrew Feustel.

A Globo/Globonews concorreu com duas reportagens, mas nenhuma delas levou. Uma delas foi a cobertura da morte da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, uma parceria entre "Fantástico", "Jornal Nacional" e "Jornal da Globo", indicada na categoria "Notícia".  A outra finalista foi a reportagem "11 dias na Coreia do Norte", do "Fantástico", na categoria "Atualidade".

O prêmio teve cobertura do "Jornal Nacional" na edição da quarta-feira, 25, que, à falta de novos troféus, lembrou da estatueta obtida pelo jornalismo da emissora em 2011, quando da cobertura da retomada do conjunto de favelas do Alemão pelas forças de segurança do Rio de Janeiro.

                                      Reprodução: Twitter
                      Jornalistas da Globo com os diplomas de finalistas em Nova York

Antes da festa, a equipe da emissora que viajou a Nova York havia postado a foto do grupo com os diplomas de finalistas nas redes sociais. Depois do prêmio, o repórter especial do "Fantástico" Alvaro Pereira Júnior postou no seu Twitter foto do grupo na volta dentro do vagão do metrô, ao lado de nomes como Renata Ceribelli, Renata Lo Prete e Tadeu Schmidt.

                                          Reprodução Twitter
Volta da premiação no metrô novaiorquino



Outra produção com participação nacional estava no páreo do 40th Annual News & Documentary Emmy Awards. "The Cleaners" concorreu na categoria Documentário de Ciência e Tecnologia. Trata-se de uma coprodução da brasileira Grifa Filmes com a produtora alemã Gebrueder Beetz Filmproduktion. No Brasil, a obra foi produzida para a Play TV. O documentário aborda as condições precárias em que os trabalhadores em localidades distantes supervisionam e filtram os conteúdos inadequados das redes sociais.

Foram ao Lincoln Center participar do Emmy os sócios da Grifa, Fernando Dias e MaruicioDias; a head da área internacional, Tatiana Battaglia; e Christian Beetz, coprodutor da Gebrueder Beetz Filmproduktion.
                                             
                                          Reprodução/Facebook Grifa Filmes
Produtores de "The Cleaners": internacionalização
                           Produtores de "The Cleaners": internacionalização



A lista dos premiados é extensa e pode ser vista aqui .

Em tempo: a HBO no Brasil informa que os HBO Documentary Films premiados estão disponíveis no seu serviço HBO GO:  "I Am Evidence"; "It Will Be Chaos"; "King in the Wilderness" e "Stolen Daughters: Kidnapped by Boko Haram".

Postar um comentário

0 Comentários