I'm in Miami Beach!


Tinha ido pra Miami Beach ainda no século passado... Voltei desta vez com algum espanto, porque:
1) brasileiros são reis por ali. Antes, éramos tratados como potenciais imigrantes; e agora, nos agradam de todas as maneiras, nos estabelecimentos comerciais, principalmente. Se tem alguém fazendo compra nas lojas, pode conferir que é do Brasil!
2)E os brasileiros estão salvando o mercado imobiliário local. Tive relatos de brasileiro comprando apartamento de 3 dormitórios por US$ 80 mil. Acredite! Com mobília, que significa: geladeira de aço inox, porta dupla; TV de 50 polegadas etc... Que tipo de imóvel vc compraria por aqui com R$ 135 mil?
3) As mulheres mudaram muito por lá. As garotas brancas imitam a Paris Hilton: vestido justo e muito, muito curto, na altura das polpinhas do bumbum, sandália rasteirinha, muitas jóias, bolsa de mão, cabelo chapeado loiro, ruivo ou castanho claro. As negras imitam Rihanna e Beyoncée. Vestido curto, muito curto, na curva do corpo, sandália plataforma salto alto, tudo muito colorido, cabelão, jogado, tingido de tudo quanto é cor. Brincos grandes.
4)Os homens continuam sarados, malhados, bonito. E muitos, muitos gays. Lindos.
5) As mulheres, diante deste cenário, também se assumem em casais gays. Lindas.
6) Festas nas piscinas dos hotéis durante o dia e a noite. Piscina ao som de música eletrõnica. Mulheres vão à praia e piscinas de saltos plataforma. Biquinis brilhantes. Roupas brilhantes, sempre.
7) O mar é de um azul caribenho, o calor é saariano. Não tem brisa, nem ventinho gelado. Não tem sombra na rua também, e na praia só se pagar. Também não tem barraca de praia nem vendedor ambulante. Praia é no Brasil. Lá, no máximo dá pra ir na piscina do hotel!
8) Nas baladas, a pegação rola solta na pista de dança. E você vai achar que um baile funk carioca parece uma missa comparado com aquilo.
9) O dólar tá barato e tudo ali custa pouco. A churrascaria Fogo de Chão sai US$ 25 o rodízio do almoço!
10) Enfim, como alguém já disse: Miami voltou.
Mas eu prefiro o Rio de Janeiro!

Postar um comentário

0 Comentários